Design

Design

Natureza e design contemporâneo se unem no Lake Como Design Festival

Fernanda Massarotto, especial para HAUS
19/09/2023 15:22
Thumbnail

Escultura-cama LEWIT, por Draga & Aurel e Giuliano dell'Uva para Galeria Rossana Orlandi. | Riccardo Gasperoni

O nome Plinio, o Velho, pode não figurar entre os personagens mais estudados da história da Roma Antiga, mas é com certeza um dos mais interessantes. Naturalista, escritor e matemático, o autor de "Naturalis Historia", 37 volumes sobre geografia, zoologia e botânica da Antiguidade, é considerado o maior erudito da história imperial romana. E sua obra é a fonte de inspiração da quinta edição do Lake Como Design Festival, iniciado no último sábado (16) e que segue até o próximo domingo (24), na cidade que fica a apenas 50 km de Milão, conhecida pelo seu famoso lago.
O fio condutor do festival é exatamente a relação entre o design e a natureza e dá ao público a oportunidade de visitar e participar de mostras, palestras e instalações em edifícios consagrados e históricos da cidade por meio de uma proposta cultural inédita.
“A homenagem a Plínio, o Velho, que nasceu em Como há dois mil anos, tem como objetivo valorizar nosso patrimônio artístico e cultural, criando uma ponte entre os temas relacionados à botânica e à criatividade contemporânea nas suas mais diversas formas”, explica Lorenzo Butti, criador e diretor artístico da manifestação. "Quisemos usar o "Naturalis Historia" como um guia para explorar o design, a arte, a arquitetura, o artesanato e a literatura através de uma visão única que tem início em Como e nos leva ao resto do mundo", completa.

O percurso cultural pelas ruas de Como 

Uma verdadeira aula magna de história natural e design moderno se estende pela cidade costeando o maravilhoso Lago de Como. Das grandes janelas e vitrais de construções históricas se admira não só a vista, mas um íntimo vínculo entre a pesquisa científica e a criatividade moderna na descoberta de obras que ressaltam elementos de botânica, a mineralogia e a zoologia.
 Palazzo del Broletto
Palazzo del Broletto
A primeira parada, quase obrigatória para quem vai ao Lake Como Design Festival 2023, é bem no centro da cidade, na Piazza del Duomo, onde se encontra a imponente catedral. No tradicional Palazzo del Broletto, construído em 1215, acontece "The Other Animals", uma exposição com sessenta obras decorativas "animalescas" assinadas por designers como a dupla italiana Formafantasma, com seu touro de madeira, o mestre Ettore Sottsass, com sua luminária em forma de ganso, de 1981, dentro do movimento Memphis, e o crocodilo em bronze da coleção particular dos brasileiros Fernando e Humberto Campana.
Luminária em forma de ganso, por Ettore Sottsass.
Luminária em forma de ganso, por Ettore Sottsass.
O roteiro do festival segue pelas ruas de Como, que também é conhecida pela sua indústria têxtil de alta qualidade. Na estreita viela Odescalchi, a poucos passos da Catedral, o recém-restaurado edifício San Pietro in Atrio, construído por volta de 1200, acolhe a mostra “Fabric Stories”. Nela, é apresentada uma seleção de trabalhos manuais de artistas italianos e internacionais, com forte espírito de investigação e experimentação com tecidos de fibras naturais, como lã e algodão, e artificiais. A chilena Milla Nova tece manualmente tapetes e tapeçarias de corda com uma técnica milenar que aprendeu com a avó e a mãe. Já as paisagens do vilarejo de Vickleby, na ilha de Oland, na Suécia, inspiraram a designer italiana Elena Meneghini na fabricação de suas rendas.
 Técnica milenar chilena marca trabalho de Milla Nova.
Técnica milenar chilena marca trabalho de Milla Nova.
E a natureza continua a revelar sua beleza aliada ao design nos desenhos e imagens do acervo da galerista Carla Sozzani, no ex-Convento Orsoline San Carlo. Oitenta fotografias, na sua maioria em preto e branco, de profissionais como Ernst Fuhrmann e Karl Blossfeldt, além de um interessante depoimento da própria galerista italiana, fazem parte mostra "Between Art and Nature", da Fundação Sozzani, e propõe um novo olhar sobre a flora e fauna, fonte inesgotável de inspiração, estudo, veneração, conforto e até aversão.
Do sagrado ao profano, a elegância da Villa Casa Bianca revela o fascínio das instalações florais "When Nature Blowns", com a coleção de materiais para design de interiores da dupla holandesa Van Beek & Dings para a empresa Fenix e Arpa.
Os jovens talentos também dão sua contribuição ao festival, na Villa Salazar, com a mostra "Contemporary Design Selection", curada por Giovanna Massoni. Nela, peças que exaltam a sustentabilidade, a circularidade e a bioecologia por meio do uso de materiais regenerativos, de processos não extrativos e de recursos locais com sistemas de produção de baixo impacto ambiental. “Os objetos apresentados nesta edição contribuem para a criação de uma antologia de narrativas que contam a transição do mundo em constante transformação, por vezes imperfeito e frágil, e onde o design gera experiências e nos ajuda a conhecer, evocar, reparar e cuidar do nosso ecossistema”, afirma Giovanna Massoni.
Cadeira de balanço Rio, de Oscar Niemeyer, é destaque na mostra "Contemporary Design Selection".
Cadeira de balanço Rio, de Oscar Niemeyer, é destaque na mostra "Contemporary Design Selection".
Protagonista indiscutível da manifestação é a suntuosa Villa Olmo, com vista para o Lago de Como. O casarão neoclássico, de 1797, do arquiteto Simone Cantoni, abre suas portas para abrigar "Back to Nature", com instalações de importantes designers, marcas e galerias de arte moderna e contemporânea. Um verdadeiro tributo à natureza. O arquiteto Oscar Niemeyer, um dos grandes nomes da arquitetura século 20, é celebrado em uma das magníficas salas do edifício. A marca de design brasileiro Etel, em parceira com o Studio Superluna, traz ao espaço algumas das icônicas peças do mestre, como a cadeira de balanço Rio, de 1948, posicionada em um palco que reproduz a planta da Casa das Canoas, residência do arquiteto, obra-prima aclamada e sinônimo do design moderno brasileiro, que combina arte, natureza e arquitetura.
Escultura-cama LEWIT, por Draga & Aurel e Giuliano dell'Uva para Galeria Rossana Orlandi.
Escultura-cama LEWIT, por Draga & Aurel e Giuliano dell'Uva para Galeria Rossana Orlandi.
Em outra sala, a dupla de designers Draga & Aurel, ele alemão e ela, sérvia, apresenta a ultramoderna escultura-cama LEWIT, uma parceria com o arquiteto Giuliano dell'Uva para a Galeria Rossana Orlandi. Uma livraria também estará à disposição do público na Villa Olmo com uma histórica seleção das obras de Plínio, o Velho. Haverá também um ciclo de palestras que irá aprofundar a relação eclética entre cultura e natureza.
O Lake Como Design Festival segue até domingo (24) na cidade de Como, Itália. Algumas exposições são gratuitas e, outras, exigem compra de ingressos.

Enquete

Você sabe quais são as vantagens de contratar um projeto de arquitetura para sua obra de reforma ou construção?

Newsletter

Receba as melhores notícias sobre arquitetura e design também no seu e-mail. Cadastre-se!