Abimad

Design

Indústrias brasileiras lançam móveis que ‘recarregam’ o corpo e promovem bem-estar

Redação
02/02/2024 16:17
Thumbnail

Salva e Minuano apresentam tecnologia inédita em mobiliário durante a Abimad'37 | Divulgação

Um móvel confortável, com apelo estético e que funciona como uma espécie de “carregador” para o corpo dos seus usuários. Isso mesmo, você não leu errado. A inovação é apresentada pelas indústrias gaúchas Salva e Minuano na Abimad 37’ - maior feira de móveis da América Latina que segue até esta sexta-feira (2), no São Paulo Expo (SP) - e representa uma nova fronteira tecnológica na indústria de mobiliário e de bem-estar. 
Batizada Nanobionic, a tecnologia grego-americana usa o calor do corpo para ativar raios infravermelhos que potencializam a sensação de bem-estar. “É uma tecnologia conhecida, que tem sido muito utilizada em saunas com lâmpadas infravermelhas. No nosso caso, o que fizemos foi criar um revestimento de base mineral, um líquido que podemos aplicar em qualquer tipo de material (couro, tecido, espuma) e que tem a capacidade de proporcionar alguns benefícios ao corpo humano a partir da melhora da circulação sanguínea”, explica Ermis Psipsikas, fundador da Nanobionic Group. 
Ele acrescenta que para que as propriedades infravermelhas sejam ativadas, não é necessário o contato direto com a pele, pois o calor é recebido a uma distância de até 4 cm. Nos mobiliários da Salva e da Minuano, por exemplo, a tecnologia está presente em uma manta sobre a qual o líquido mineral é aplicado e que fica sob o revestimento em couro das peças. 
“Todos os produtos [estofados], exceto as mesas e acessórios, da Salva e da Minuano passaram a ter a tecnologia. Poltronas, cadeiras de jantar, sofás, cabeceiras de cama, toda essa linha tem a Nanobionic embarcada”, detalha Thiago Enzweiler, diretor da Salva, diretor da Salva. Segundo ele, a inclusão da tecnologia não teve impacto no ticket médio dos produtos, uma vez que a indústria vê o investimento como um posicionamento e conceituação da marca no mercado. 

Ineditismo 

A tecnologia é inédita no setor de mobiliário e exclusiva da Salva e da Minuano no Brasil. Internacionalmente, a Nanobionic já atua em parceria com empresas de outros segmentos, principalmente as do setor de performance esportiva, primeiras a adotarem a tecnologia, desenvolvida há 13 anos.
“Estamos trabalhando com empresas renomadas de diversos setores: vestuário, roupas de cama, calçados… e discutindo com outras para desenvolvermos projetos automotivos. Mas o nosso maior reconhecimento veio da NASA (Agência Espacial Americana), que selecionou a Nanobionic como uma das dez tecnologias mais inovadoras que podem impactar a exploração espacial”, destaca Psipsikas.
Do lado das indústrias brasileiras, a inserção da tecnologia deve-se à busca por agregar diferencial competitivo ao negócio, mantendo a qualidade, o conforto e as características sensoriais das peças produzidas com acabamento em couro. 
Tecnologia Nanobionic está presente em toda a linha de estofados das marcas
Tecnologia Nanobionic está presente em toda a linha de estofados das marcas | Divulgação
“Foi muito mais disruptivo do que esperávamos, pois não é um novo produto, mas sim todo um conceito novo. Trouxemos algo para a linha inteira que é pioneiro, mas que também promove o bem-estar, traz um benefício real para as pessoas”, avalia Enzweiler, da Salva.

Benefícios 

Os benefícios da inserção e do uso dos mobiliários que contam com a tecnologia Nanobionic na rotina é sentida no longo prazo, segundo os entrevistados, mas começam já no primeiro contato do corpo com os móveis. Isso porque, ao se sentar ou deitar, por exemplo, o calor corporal já ativa as propriedades minerais e infravermelhas do revestimentos, fazendo com que seus efeitos já comecem a agir na melhora do fluxo sanguíneo, disposição e recuperação muscular. 
“Se você está sentado, ele começa nas pernas, na parte inferior do corpo. Se você se deitar, estará agindo em todo o seu corpo. E quanto mais tempo se ficar em contato com a superfície, melhor”, explica o fundador da Nanobionic. Segundo ele, não há efeitos colaterais no uso frequente de peças com a tecnologia, que é totalmente segura para pessoas de todas as idades. 
“Em palavras simples, ele recarrega suas baterias. Não é mais apenas um móvel, é uma solução de bem-estar”, finaliza Psipsikas.
*A repórter visitou a feira a convite da Abimad'37.

Enquete

Você sabe quais são as vantagens de contratar um projeto de arquitetura para sua obra de reforma ou construção?

Newsletter

Receba as melhores notícias sobre arquitetura e design também no seu e-mail. Cadastre-se!