Arquitetura da moda: conheça algumas das instalações mais criativas do mundo

Daniela Busarello
16/02/2017 21:52
Thumbnail

Fotos: Divulgação

Durante a Semana da Alta Costura em Paris, um desfile de arquiteturas efêmeras impressionantes. E uma delas – a Dior – me toca em especial. Por duas razões. Uma é pessoal: pela primeira vez na história, a diretora artística da maison é uma mulher. Uma mulher italiana de curvas, corpo e sorriso largos. Maria Grazia Chiuri (ex-Valentino, onde já fazia um trabalho magnífico) está na Dior e constrói suas arquiteturas fluidas inspiradas no savoir-faire francês: seja pela escolha das cores, dos desenhos aplicados, das formas e volumes das roupas. Veste mulheres fortes e delicadas, certas delas mesmas, “guerreiras-frágeis” deste novo-mundo Putin-Trump.
A outra é uma questão arquitetônica. A apresentação acontece no Museu Rodin. Constroem a arquitetura efêmera no jardim de labirintos. Espelhos externos e internos refletem o real e o imaginário, para que o público se sinta realmente parte de um mundo mágico.
Christian Dior sempre teve uma paixão pelos labirintos. E agora vem este jardim de sonhos, que fica entre o maravilhoso e o perigoso. Vem com a ideia de procurar o próprio caminho. São 5 mil m² de área, 1 mil m² de grama de bosques, 400 mil galhos de buxinhos para os bancos, 500 plantas para o labirinto, e uma árvore de duas toneladas no centro simbolizando um “apanhador de sonhos” . Uma floresta imaginária concebida pelo Bureau Betak e criações florais de Eric Chauvin.
Tive a oportunidade de fazer um trabalho de cenografia para a loja Cassina Saint Germain des Près, em Paris, em 2010. O projeto se chamava Jardin d’Amour (Jardim do Amor), inspirado em uma pintura de Rubens, que também tinha como princípio um jogo de espelhos e de labirinto. A pintura barroca no fundo (que faz parte do acervo do Museu do Prado) se contrapunha à arte ótica feita de quadrados e retângulos de espelhos e de luz. Esse caleidoscópio tromp l’oeil contemporâneo faz com que o público se aproprie e ao mesmo tempo se deixe levar por este mundo mágico e onírico de um Jardim Encantado. Um pouco de poesia para este mundo desencantado. Mergulhe nas fotos!
Cenário do desfile da Dior, no Museu Rodin, em Paris.<br>Fotos: Divulgação
Cenário do desfile da Dior, no Museu Rodin, em Paris.
Fotos: Divulgação
Detalhes do cenário do desfile da Dior.
Detalhes do cenário do desfile da Dior.
Vitrine Cassina, em Saint Germain des Près.
Vitrine Cassina, em Saint Germain des Près.
Obra barroca com efeitos óticos.
Obra barroca com efeitos óticos.

LEIA TAMBÉM

Enquete

Você sabe quais são as vantagens de contratar um projeto de arquitetura para sua obra de reforma ou construção?

Newsletter

Receba as melhores notícias sobre arquitetura e design também no seu e-mail. Cadastre-se!